top of page

qui., 23 de mai.

|

Teatro da Biblioteca

A PRISÃO DE BACH - QUINTA

Nos dias 23, 24 e 25 de maio, quinta, sexta e sábado, às 20 horas, no Teatro da Biblioteca, Praça da Liberdade nº 21, a Orquestra 415 de Música Antiga e a Cia. 415 de Teatro apresentam o espetáculo cênico-musical A Prisão de Bach.

Os ingressos não estão à venda
Ver outros eventos
A PRISÃO DE BACH - QUINTA
A PRISÃO DE BACH - QUINTA

Horário e local

23 de mai. de 2024, 20:00

Teatro da Biblioteca, Praça da Liberdade, 21 - Savassi, Belo Horizonte - MG, 30140-010, Brasil

Sobre o evento

Nos dias 23, 24 e 25 de maio, quinta, sexta e sábado, às 20 horas, no Teatro da Biblioteca, Praça da Liberdade nº 21, a Orquestra 415 de Música Antiga e a Cia. 415 de Teatro apresentam o espetáculo cênico-musical A Prisão de Bach.

--

A Orquestra 415 de Música Barroca é hoje a única orquestra independente do Brasil, especializada em música barroca com instrumentos de época (cópias fieis de instrumentos originais do período) a realizar concertos mensais, regulares, com repertórios variados.

"Os desafios de levar uma temporada assim são imensos, já que uma orquestra tem muitas demandas e, no nosso caso, são maiores ainda, pois tudo, instrumentos, partituras, interpretação, formação da orquestra, é tudo muito particular, especial, artesanal, o que exige muito investimento. Tudo é muito trabalhoso, mas muito gratificante, pois conseguimos levar ao público as peças da maneira como os compositores imaginaram", afirma Salles-Coelho.

SERVIÇO: Orquestra 415 de Música Antiga - Temporada 2024.

Quando: dias 23, 24 e 25 de maio, quinta, sexta e sábado.

Horário: 20h.

Local: Teatro da Biblioteca, Praça da Liberdade nº 21.

Ingressos: Preços promocionais R$ 70,00 inteira, R$35,00 meia até dia 14 de março.

Os ingressos já estão à venda www.luanovacultural.com/ingressos

CONTATO: André Salles-Coelho (31) 99625.6195

OUTRAS INFORMAÇÕES:

SOBRE A ORQUESTRA 415 DE MÚSICA ANTIGA:

A Orquestra 415 de Música Antiga A Orquestra 415 de Música Antiga foi criada em 2012 com o objetivo de oferecer ao público um espetáculo único: executar as obras dos grandes gênios barrocos da maneira como eles imaginaram e o público da época ouviu. Iniciativa pioneira em Minas Gerais, a Orquestra 415 de Música Antiga tem como diferencial a utilização de instrumentos como o traverso, a viola da gamba, o violino barroco, a flauta doce, o violoncelo barroco, a guitarra barroca, o alaúde e a espineta, todos réplicas dos instrumentos utilizados nessa época. Essa particularidade e o requinte na interpretação das músicas recriam uma sonoridade única, muito próxima àquelas que as pessoas da época ouviam.

Em suas apresentações, a Orquestra recria uma oportunidade bastante peculiar: ouvir uma obra barroca de um grande compositor do período, tocada por instrumentos para os quais as músicas foram compostas. Provocando, assim, uma experiência única e rara, como uma viagem no tempo através de um espetáculo singular, agradável e transcendente.

SOBRE O COMPOSITOR:

Johann Sebastian Bach nasceu em Eisenach, Alemanha, em 1685. Foi compositor, instrumentista virtuoso, organista, cravista, regente, diretor musical e especialista em construção de órgãos. Nascido numa família de longa tradição musical, cedo mostrou possuir talento e logo tornou-se um músico completo. É um dos maiores nomes da música mundial. Estudante incansável, adquiriu um vasto conhecimento da música europeia de sua época e das gerações anteriores. Desempenhou vários cargos em diversas cortes e igrejas alemãs. Suas funções mais destacadas foram a de Kantor da Igreja de São Tomás e Diretor Musical da cidade de Leipzig. Praticou quase todos os gêneros musicais conhecidos em seu tempo e foi mestre em todas elas.

SOBRE O MAESTRO:

André Salles-Coelho é flautista, produtor e diretor musical da Orquestra 415.Iniciou os estudos de flauta com o professor Artur Andrés, na Escola de Música da UFMG, em 1989. Fez cursos e workshops com grandes professores como Hermeto Pascoal, Grupo Uakti, Odete Ernest Dias, Livia Lanfranchi, Ricardo Kanji e Linde Brunmeyer-Tutz. Participa constantemente de importantes festivais de Música: Semana de Música Antiga UFMG, Oficina de Música Antiga de Curitiba, Festival Internacional de Música Colonial Brasileira de Juiz de Fora, entre outros. Fez diversos cursos e workshops com grandes nomes da música antiga como Nicolau de Figueiredo, Edmundo Hora, David Kjar, Ryo Terakado e Sérgio Álvares.

André também é jornalista, graduado pela PUC – Minas, mestre em Artes Visuais pela UFMG e escritor já tendo lançado vários livros e escrito diversos espetáculos cênico-musicais que são frequentemente encenados em parceria com a Orquestra 415.  Atualmente André coordena também o Maracatu Lua Nova e dá aulas de História da Música no curso de Pós-Graduação em História da Arte pela Puc-Minas.

SOBRE O CORO 415:

O Coro 415 foi fundado em 2023 com o objetivo de acompanhar a Orquestra 415 em obras que necessitem de um coral para sua realização. É formado por aproximadamente 16 cantores com larga experiencia profissional em canto. O Coro 415 fez sua estreia na peça A Traição de Tiradentes, executando o belíssimo Te Deum do compositor mineiro Joaquim José Emerico Lobo de Mesquita. No natal de 2023 o coro executou a bela, importante e difícil Missa da Meia Noite de Marc-Antoine Charpentier.

*ATENÇÃO: Quem tem direito à meia entrada:

A venda de meia-entrada é sujeita a disponibilidade da cota de 40% sobre o total da capacidade da casa. Os beneficiários são os seguintes:

  • Idosos: pessoas com idade superior a 60 (sessenta) anos;
  • Estudantes: Estudantes regularmente matriculados;
  • Professores: professores da rede pública ou privada;
  • Jovens de baixa renda: jovens com idade entre 15 e 29 anos;
  • Portadores de necessidades especiais e acompanhantes.

Mais detalhes nas Políticas de Compras do site.

Compartilhe esse evento

bottom of page